Mudança de Paradigma

“Nossa única responsabilidade é produzir algo mais inteligente do que nós somos; qualquer problema além não nos cabe resolver…

Não existem problemas difíceis, apenas problemas dificéis para um dado nível de inteligência.

Mova o menor bit para cima em termos de inteligencia, e alguns problemas irão derrepente mudar de ‘impossíveis’ para ‘óbvios’.

Mova um nível substancial e todos os problemas atuais parecerão óbvios.”

Texto extraído do livro The Singularity is Near, de Ray Kurzweil, em tradução livre.

Se discute neste pequeno trecho o fato de que a humanidade naturalmente busca a evolução tornando-se mais próspera e inteligente. Nesse processo mudanças são inevitáveis, novos problemas resolvem problemas antigos ao mesmo tempo em que a sociedade absorve a tecnologia em sua vida cotidiana. Mesmo que ainda em estágio inicial as mudanças são mais e mais velozes.

Algumas mudanças são drásticas  e descontinuam as regras antigas e os modelos vigentes, modificando os paradigmas ao impor novas regras aos mercados. As mudanças de paradigma levam a humanidade a níveis de inteligência desconhecidos a partir do estágio anterior.

Parte cada vez maior do processo evolucionário deriva da fusão entre o ser humano e a tecnologia.

Isso é o que defende o livro de Ray Kurzweil com uma base teórica e matemática impressionante.

Ray Kurzweil formulou um conceito para explicar o processo evolucionário sob a perspectiva da vida na terra desde o seu início; a lei dos retornos exponenciais ou retornos acelerados (accelerating returns).

De acordo com os retornos exponenciais, estamos atravessando um período de inclinação na curva evolucionária da humanidade. Até hoje nossa parte biológica vem comandando esse processo, em muitos anos evoluimos muito lentamente, mas a partir do século 21, com a inserção cada vez maior da tecnologia, estaremos colocando essa capacidade até então linear em um patamar exponencial.

Atravessamos (2012) o momento do “Joelho da Curva” (Knee of the Curve), em que a reta evolucionária começa a empinar e as mudanças de paradigma são mais constantes. A partir do momento em que a tecnologia se encarregar do processo evolucionário, com suas características de máquina (vazão, compartilhamento, transfêrencia, replicação, …) fará com que a curva empine para o alto.

Parece distante, mas Kurzweil estima que o fenômeno da Singularidade (Singularity) se inicia em meados de 2040.

E isso quer dizer que posso fazer parte dessa história.

Existe um item na literatura de Kurzweil que é ainda mais interessante; a idéia de que os seres humanos serão capazes de viver por tempo indeterminado (diferente de viver pra sempre) através de avanços nas áreas da Nanotecnologia, Robótica e Bioengenharia.

O próprio Kurzweil, um futurologista de longa data, inventor e empresário além de escritor, implementou um programa de bioengenharia em que ele vem reprogramando sua genética para viver por tempo indeterminado, ou período extendido, com saúde e qualidade.

O nome do livro: Fanstastic Voyage, live long enough to live forever

Você acredita que isso é possível?

Advertisements

One comment

Tell me what you think about...

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s